Sobre o Cavalo Mangalarga

O cavalo Mangalarga é uma raça genuinamente brasileira

Provavelmente foi Napoleão Bonaparte quem primeiro contribuiu para a formação desta raça. Ao invadir Portugal, Napoleão obrigou Dom João VI a mudar-se para o Brasil. Junto com a corte portuguesa vieram também os melhores espécimes da raça Álter da Coudelaria Real de Álter do Chão, fato que desempenhou papel decisivo na formação da raça, pois os reprodutores trazidos nesta viagem foram muito utilizados pelos criadores da época para o melhoramento de seus rebanhos. Como esses criadores procuravam animais para o trabalho nas fazendas (lida com o gado) e para o esporte (na época, a caçada do veado), desenvolveu-se uma raça dotada de qualidades imprescindíveis a tais finalidades, como: * Bom andamento; * Resistência; * Docilidade e nobreza de caráter.

O principal formador do Mangalarga é o cavalo Álter de Portugal, entretanto no início do século XX, muitos criadores introduziram no Mangalarga as raças Árabe, Anglo Árabe, Puro Sangue Inglês e American Sadle Horse. Hoje a raça tem mais de cem anos de seleção de marcha trotada, resistência e rusticidade. O Mangalarga é um cavalo de sela por excelência, com finalidades definidas (trabalho e esporte), que vem sendo constantemente aprimorado através de investimentos em genética, buscando sempre as melhores características da raça.